Tiago Inuit concluiu a licenciatura em música no ano 2000, pela Universidade Concórdia, em Montreal, Canadá. Desde então dedica-se à música enquanto compositor, produtor e músico.

Trabalhou como compositor e produtor no Canadá, mas foi em Lisboa, no Bairro Alto, que se fixou em 2002, com um projecto de estúdios de gravação, salas de ensaio e produção de eventos. É neste espaço, que em 2011, nasce a Quinta Pata Estúdios, onde desenvolve grande parte do seu trabalho como produtor musical e em pós-produção áudio e edição de vídeo para cinema, teatro, dança e televisão.

Foi professor de  música de cena e novas tecnologias da música na escola de Jazz Luiz Villas-Boas (Hot Clube), no curso de cinema da Universidade Moderna e na Escola das Artes de Sines. 

EM DESTAQUE:

AUSÊNCIA  - Música original para o vídeo performance do Teatro do Mar - Sines 2021.

EM DESTAQUE:

Mira Pardelha é um novo projecto musical do qual faço parte e que lança o seu álbum de estreia 24 de Abril intitulado "About Land"

UMA HOMENAGEM À ALQUIMIA DAS PERSPECTIVAS

Criado entre Lisboa e Londres por um colectivo de músicos portugueses e canadianos, Mira Pardelha reúne em si visões e experiências contrastantes da alma portuguesa. O carácter internacional da banda confere-lhe um olhar intemporal, interno e externo sobre o perfil enigmático do país. No seu álbum de estreia, About Land, eles exploram a poesia singular das paisagens portuguesas e da sua cultura, evocando a sua essência através de um olhar romântico e cinemático, que se inspira no fado mas viaja pelo indie rock, folk e pop.

As 10 músicas que compõem o disco, aproximam-se e se afastam-se do círculo das vivências portuguesas, habitando numa alquimia única de perspectivas intimistas e internacionais. 

 

SOBRE

Mira Pardelha tem o nome de uma espécie de peixe em via de extinção, que apenas pode ser encontrada em três rios no sul de Portugal. 

 

O coletivo deu os seus primeiros passos em 1998, quando Jason Breckenridge, baterista e compositor, morava em Lisboa com seu amigo Ian Brimacombe, guitarrista e compositor. Os dois tinham tocado juntos, em algumas bandas na sua cidade natal, Montreal, apaixonaram-se pela cidade adoptada e juntos compuseram as primeiras ideias para um disco. Duas décadas depois, transformaram anos de discussão num conjunto de estruturas de canções, reunindo memórias e sensações da época. 

A eles se juntaram depois outros artistas portugueses. Tiago Inuit - multi-instrumentista, guitarrista e compositor - Nuno Miguel Guedes - jornalista, escritor, poeta e letrista, membro da Lisbon Poetry Orchestra - e a jovem cantora e artista plástica Benedita Barbosa. O colectivo conta ainda com as preciosas participações de Cara de Gato, percussionista brasileiro que participou de uma tour internacional com Gilberto Gil, acabando por se estabelecer em Lisboa, a cantora e actriz canadense atualmente a residir em Londres, Ursula Campbell, a baixista Esme MacDonald, que integrou a banda australiana The Paradise Motel, e o multi-instrumentista Joel Cadbury, um colaborador do grupo UNKLE.

O álbum foi misturado pelo produtor Brett Shaw, que colaborou com Florence and the Machine, Roisin Murphy e Daughter, e masterizado por Simon Francis, que trabalhou com High Flying Birds e Primal Scream, de Noel Gallagher.

 

Para ouvir o álbum aceda a: mirapardelha.bandcamp.com

Para mais informações contacte a banda:  mirapardelha@gmail.com